Escolha uma Página

Erick e o Caos é um livro em aberto.  Ele começou a ser escrito por volta de 2012.

Conta a história de Erick, um jovem que passa um mal momento de separação amorosa seguida por um atropelamento grave. Mas há quem diga que a história começou bem antes.

Na verdade pouco se sabe sobre Erick, que desde seu acidente, decidiu interromper sua comunicação com o mundo.

Este livro não tem começo, nem meio, nem fim. Então você pode fazer seu percurso de leitura livremente.

Erick e o jardim

Erick e o jardim

Nosso amigo Erick adora aprender com o jardim. Não que seja ruim aprender com os outros, obter novas informações e ensinamentos, mas parece que também é possível aprender com o silêncio das plantas.Olhando para o jardim iluminado pelo sol do meio-dia, Erick pensava...

Erick e o tudo e o nada

Um texto na madrugada... sobre um pouco de tudo. Poderia uma pessoa se sentir um nada? Não, acho que seria tão impossível quanto se sentir um tudo. Um dia vou escrever um livro sobre como tudo começou do nada, pensou Erick, enquanto escolhia no programa qual música...

Erick e a solidão

Será que a solidão realmente tem a ver com vazio e silêncio? Erick sempre valorizou a solidão porque no silêncio conseguia ouvir melhor os barulhos da sua cabeça. Ainda que gostasse das conversas longas, das festas ou da mesa do bar, através de momentos solitários...

Erick e o nada

Erick e o nada

Aproveitando as últimas horas do domingo para postar mais um trecho da saga de Erick. Para quem não leu as primeiras partes, coloquei os links abaixo. Ainda tem mais alguns tantos capítulos aguardando tempo para uma revisão mínima. Mas Erick também não está assim com...

Erick e o besouro

Erick e o besouro

Erick saiu para caminhar naquela noite intranquila. Queria ver as estrelas, mas o céu estava todo negro. Sua primeira constatação foi de que não é possível forçar o amor a acontecer. Essa foi apenas a pequena abertura, sabia que a noite toda sua cabeça seria tomada...

Erick e as estrelas

Erick e as estrelas

Deitado com as costas no chão frio da cozinha pensava sobre o que havia dado errado. Não essas coisas que pensamos sobre as coisas. Queria entender o próprio problema estrutural do sistema. Não descobrir a fórmula do sistema, mas simplesmente compreender o movimento...

Erick e a separação

Erick e a separação

Já não podia mais vê-la quando olhava para trás. Linha do horizonte ou curva momentânea? E ela deixava de aparecer no espelho retrovisor... Agora eu podia realmente me focar na estrada a frente, pensar nos destinos e paradas. No porta-malas levo as lembranças. Duas...

Share This